SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis Miguel Souto: CRÍTICA ATEÍSTA (TIRINHA SEM VERGONHA 027)

Quem sou eu

Minha foto

Radialista, nascido em Aracaju-Se, estudante de administração, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

domingo, 12 de abril de 2015

CRÍTICA ATEÍSTA (TIRINHA SEM VERGONHA 027)


No dia 30 de março lancei uma tirinha em um blog erótico, agora desativado, sendo que no último quadrinho abordei aspectos religiosos. Afirmei que concordava com os três primeiros quadrinhos e discordava com o último. Inicialmente fiz uma crítica ateísta, mas após uma análise demorada, achei mais conveniente deletá-la e trazê-la para cá, afinal as pessoas lá estão a procura de diversão pornográfica, e no máximo, dados curiosos, salutares e compactos, não de 22 linhas de comentários ateus.

Antes de tudo, respeito toda liberdade de pensamento, expressão e religião. O Brasil teoricamente é um Estado Laico, mas religioso na prática.

Os religiosos (todos) acham ato pecaminoso ou inapropriado o ato de masturbar-se. Aliás, deve-se esperar até o casamento para transar - absurdo! A religião manipula em todos os aspectos a vida humana, ditando regras, procedimentos específicos e diferenciados, punições e a ilusão de recompensas. Pecado é um mal ou mecanismo criado pela própria religião como objeto de combustão da culpa,  na tentativa de impedir o ser humano de sentir prazer mamífero, ou atribuir uma má ação a seres malignos, e não ao cérebro consciente.

O bem e o mal estão no seu cérebro. Você escolhe o que fazer, não o capeta. Nunca vi um ateu possuído. Não há pecado, há más ações, isso é, apenas quando ferimos a Legislação vigente de um País, ou o Bom Senso! Seu corpo é produto ou resultado da evolução, e deve ser explorado, curtido. Lembre-se: seu corpo só durará míseros 80 anos em média - espero que a nanotecnologia triplique isso ou a Ciência imortalize nossa consciência. Seu corpo não é a casa de espiritos santos. Não sinta-se culpado(a) por nada que a religião tenta te impôr (sinta-se culpado se ferir emocional ou fisicamente alguém etc). 

A religião traz algum bem pra alguém que iria se suicidar e desistiu por causa de Deus? Sim. Mas em tese, é um mal manipulador e autoritário, camuflado agora, mas que executou muitos por pensarem diferente (não tão camuflado, pois em alguns Países ainda executa)! Cada uma denominação alega possuir as corretas doutrinas e rivaliza, mesmo implicitamente, com as demais. Infelizmente a religião é um mal ainda necessário pra muitos que precisam de um colchão de sonhos. A cama da realidade é feita de pregos. É onde me deito toda noite. Não há conforto, mas é o real. A ciência tenta descrever a realidade do modo como ela é - o mais próximo da verdade-, não do modo como queríamos que ela fosse. 

Pode haver tolerância e paz no convívio entre as religiões? Talvez. Espero que sim. Quantos já morreram e morrem por causa delas (é só citarmos exemplos bárbaros que ainda ocorrem no Oriente Médio). Se houver respeito entre os inúmeros segmentos religiosos, como ocorre com a maioria dos ateus perante estes (não diria da proporcionalidade contrária), podemos ter um planeta melhor. 

O mundo seria melhor sem religião? Numa sociedade ideal, sim. Imagine que a Santa Inquisição não fosse empregada na França no século XII, nem ocorresse a inquisição espanhola e portuguesa - essa imposição religiosa e governamental (pois não havia distinção entre os dois) perdurou até o inicio do século XIX. Mais sobre a inquisição aqui

Nessa realidade alternativa sem religião, no ano de 1633 Galileu não seria declarado suspeito de heresia e jamais teria sua prisão domiciliar decretada. Giordano Bruno jamais seria queimado vivo numa fogueira(!) em fevereiro de 1600. Nessa configuração ou linha alternativa do tempo, o homem teria pisado na Lua em 1969? Possivelmente não. Aconteceria muito antes porque o Estado, apoiador e encorajador da ciência, investiria no setor educacional ou, no mínimo, incitaria/motivaria mentes brilhantes e feitos científicos. 

Se não houvesse religião, talvez já teríamos colonizado Marte, as luas Galileanas e estaríamos discutindo viagens a Alpha Centauri ou reclamando das passagens espaciais de fim de ano caras. E a propósito: Irã, Iraque, Síria, Líbano, Afeganistão, Israel, Egito não entrariam em guerra por causa de ideologias extremistas religiosas. Percebe como a religião é perigosa, e muitas vezes socialmente degradante e letal?

Infelizmente, como já comentei, há pessoas tão dependentes da religião que não suportariam viver na áspera realidade e o pior: não saberiam manter uma boa conduta, pois erroneamente acham que doutrinas ou crença em seres sobrenaturais definem caráter.

Thanks.

Texto:
Miguel Jr Arts

2 comentários:

  1. O senhor se esqueceu de reconhecer que o chamado "método científico" foi criado por cientistas que criam em Deus, que começaram a analizar a natureza por verem nela as mãos de Deus, todo o intrincado organizacional sistema do universo, em cada milímetro de leis universais que o sustentam. Eles veem nesse designe, nesse projeto, a mente superior de Deus por tudo isso. A verdadeira religião, que só existe uma, se baseia no único Deus trino e verdadeiro que se comunica com suas criaturas na personalidade de beleza, justiça, poder, santidade que ele manifesta em todo o universo que presenciamos e aprendemos na nossa observação comum de seres humanos e através da ciência que nos mostra os átomos, as galáxias, a geografia etc, ou seja o macro e o micro de tudo. Não temos desculpa diante de tanto conhecimento, diante de tanta beleza e esplendor que não conseguimos entender. Nâo temos desculpa se assim mesmo temos a coragem de negar que existe um Deus. Ao morrermos estaremos diante Dele e não poderemos fugir, pois se Ele é Deus e todo poderoso e Ele o é, ele demandará seu poder e sua glória e mostrará de uma vez por todas quem é Ele. Mas Ele nos dá uma chance antes que morramos para termos fé, para exercermos fé Nele através de Jesus, que é o mediador entre a divindade e o ser humano. Ele nos dá uma chance enquanto estamos aqui, pois se ele quisesse nos destruiria como fez no dilúvio, como fez com Sodoma e Gomorra, como fez com os egípcios no mar Vermelho. Se Ele quisesse é o que Ele faria, mas Ele espera não exerce seu poder de direito. Ele nos dá uma chance para o arrependimento. Mas quem será capaz de aproveitá-la ? Que Ele tenha misericórdia, é o único motivo por que ainda estamos vivos. Porque Ele é misericórdia e amor, e quem conhece a Ele consegue perceber esta verdadeira característica de Deus que se mistura à sua santidade: "Um fogo consumidor". Porque Ele é Santo. Mas quando falas da inquisição, saiba que nem todo que se intitula cristão é um cristão verdadeiro, pois o julgamento começará pela sua própria casa, por aqueles que se intitulam seus servos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elisângela. Inicialmente minhas desculpas pela demora na resposta. A vi hoje. Agradeço pelo comentário. Escutar perspectivas diferentes é interessante. Sim, alguns métodos científicos ou inciativas científicas partiram de pessoas religiosas, mas inquietas. No geral, porém, há grande diferença entre a ciência e religião. A ciência é mutável, e não impõe, a religião não. Embora atualmente não mantenha imposições civis, geralmente, mantêm imposições discretas, como uso de roupas restritos, controle no sexo etc, ou utiliza o forte mecanismo da recompensa ou castigo, ou medo. Falando em temor, você mencionou muito bem, comentando sobre estar perante 'ele' após a morte, e de fatos relatados (somente) na bíblia, onde o mesmo supostamente exterminou muitos. Respeito toda a liberdade religiosa. Meu posicionamento é o científico. Obrigado.

      Excluir

Amigo(a), sua opinião é relevante. Esse espaço é todo seu. Críticas, retificações ou ratificações são sempre bem vindas. Não utilize, porém, palavrões ou depreciações. Obrigado.