SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis Miguel Souto: MATERIAIS PARA PINTURA

Quem sou eu

Minha foto

Radialista, nascido em Aracaju-Se, estudante de administração, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

MATERIAIS PARA PINTURA

Essas são imagens dos meus materiais para imersão nas artes plásticas. Imersão no impressionismo do mestre francês Claude Monet (1840 - 1926) e do italiano e brasileiro Eliseu Visconti  (1866 - 1944). 

O primeiro, para mim, é o pai do impressionismo (embora haja outros precursores como o Édouard Manet), e o segundo, um exemplo 'nacional' nesse gênero de pintura. Ambos, exemplos, professores que tentarei seguir.

O que você está vendo nas imagens são vinte e uma telas (3 de 60X100, 3 de 80X60 e 15 de 40X60). Além delas, há cinco caixas de tinta óleo Gato Preto e alguns (ou muitos) pincéis - três ou dois exemplares de cada: números 0, 2, 4, 10, 12, 16, 20, 24 etc). Esqueci de tirar foto do óleo de linhaça e diluentes.

É perceptível o grande investimento. E isso envolveu além de dinheiro, tempo. Sim, desde o início deste ano que venho adquirindo tais componentes artísticos. A primeira compra foi realizada no dia 18 de fevereiro. 

Com exceção dos pincéis, todo o material foi adquirido via web, na recomendável e confiável loja Fonte de Arte.

Cada compra, por exemplo, cinco telas e uma caixa de tinta, correspondia a cerca R$ 130,00. Em cada mês ou a cada 60 dias eu realizava uma compra. Somei rapidamente o valor investido: algo em torno dos R$ 850,00. Com aquisição de cavaletes, ultrapassará R$ 1.000,00.

Há aparentemente um excesso em quantidade de materiais, e é verdade. É proposital. Com três pincéis, e cinco caixas de tinta, por exemplo, é provável que eu pinte 17 telas sem necessidade de aquisição de mais materiais.

Como você pode perceber, esse é um projeto que venho articulando desde o início de 2014. Meu objetivo é fazer uma exposição de cerca de 17 telas (pode ser bem mais que isso) aqui em Sergipe e ser reconhecido nas artes plásticas. 

A temática desse primeiro "lote" é o mar, praias, sensações e liberdade de pisar descalço na areia, num dia de Sol, sentindo a brisa no rosto. A exposição, suponho, acontecerá no segundo semestre de 2015 - caso consiga finalizar as obras e registrá-las.

Não tenho a ânsia de venda ou remuneração financeira. Não há o propósito de ganhar dinheiro. Pode acontecer, mas não é a meta.

Trata-se de uma idealização/realização pessoal ou profissional. Desde pequeno faço desenhos, adoro artes, e sempre desejei ser artista plástico. Finalmente chegou a hora. O que busco é um espaço físico e até virtual para apresentar meus trabalhos e ter meu nome mencionado e registrado como artista plástico. 

Em 2003, por curiosidade, adquiri duas telas e as pintei com tinta de parede (bisnaga), apenas por diversão. Terminei as rasgando posteriormente. Fiz um desenho abstrato. O resultado não foi apreciável.

Estou estudando grandes nomes do impressionismo e me aprofundando em técnicas, mistura de cores etc. Espero realizar um bom trabalho.

Antes de fazer a exposição, realizarei o registro de cada obra. Até o momento ainda estou pesquisando sobre tais procedimentos. Tentei contato com uma associação, mas não obtive resposta. Quando tiver dados sobre registro, divulgarei aqui no blog (pode aguardar mais artigos a respeito).

Não divulgarei nenhuma tela no blog, sites ou em local público até adquirir o devido registro. É necessário a garantia de proteção do direito autoral. Os quadros estarão à venda durante a exposição e virtualmente. Os valores, de acordo com pesquisa de mercado, serão no mínimo, R$ 350,00. 

Todo o projeto tem 5 etapas: compra de materiais, viagem, pintura, registro de obras e exposição/divulgação. Estou finalizando a primeira fase. Falta comprar apenas o cavalete. E comprarei dois. Um para a pintura propriamente dita (que será sujo de tinta o máximo possível), e outro para acomodar temporariamente alguma tela recente.

Se tudo ocorrer como planejado, ainda nesse fim de ano realizarei algumas viagens em praias locais (como Abaís, Caueira, Saco - Sergipe), e começarei a pintar. Mesclarei paisagens locais, com praias nacionais e internacionais, e muita imaginação. Não haverá limite. Não ficarei restrito em reproduzir uma paisagem regional (embora isso tecnicamente favoreça a venda turística).

A aquisição de materiais e a fase de pintura naturalmente são as mais demoradas. As outras, espero serem rápidas e sem muita burocracia.

Tentarei trazer ao espectador a sensação de liberdade e vida, longe da rotina e estresse. Água, reflexo do Sol, ondas, areia, sombra, natureza, e até alguns corpos em segundo plano. Trarei ou farei o possível para trazer o "sabor do mar" em cada tela.

Nas próximas exposições, após essa primeira experiência, mudarei os temas, como natureza-morta, por exemplo. 

Breve tratei novidades sobre o projeto e, como já proferi, dados sobre registro de obras etc.


Obrigado.



Imagens e texto:
Miguel Jr Arts

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a), sua opinião é relevante. Esse espaço é todo seu. Críticas, retificações ou ratificações são sempre bem vindas. Não utilize, porém, palavrões ou depreciações. Obrigado.