SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis Miguel Souto: VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 039

Quem sou eu

Minha foto

Radialista, nascido em Aracaju-Se, estudante de administração, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 039


O avanço científico e/ou aprimoramento tecnológico, por vezes, surge após falhas graves e fatalidades. Em se tratando de vôos espaciais, não é diferente.

Essa tirinha retrata alguns dos principais fatos trágicos, e faz uma pequena, justíssima e necessária homenagem póstuma, aos nossos heróis, que deram suas vidas em prol da ciência.


Dados técnicos dos fatos apresentados na tira:

Nossos heróis da Challenger morreram no dia 28 de janeiro de 1986, durante o lançamento. Uma das principais causas da fatalidade foi a falha na vedação de um dos anéis de borracha, usado no tanque externo de combustível sólido (perdeu elasticidade por causa da baixa temperatura). Segundo investigações, alguns dos tripulantes estavam vivos durante a queda de mais de 2 minutos. Talvez, inconscientes devido a despressurização. Infelizmente não havia pára-quedas ou sistema de ejeção. A velocidade da capsula no impacto era de cerca de 3.214 km/h.
Mais sobre o Challenger aqui e aqui e aqui.

Possivelmente pisaríamos na Lua bem antes de 1969 - ano limite estabelecido pelo presidente Kennedy. Nesse cenário, suponho que o primeiro homem que pisaria no nosso satélite natural, seria o comandante Virgil Grissom ou seus amigos Roger Chaffee e Edward White
. Infelizmente eles faleceram durante um treinamento em 27 de janeiro de 1967. O fato ocorreu devido a um curto-circuito no interior da cabine. A exposição da tripulação a oxigênio puro e trajes com camadas de nylon aumentaram drasticamente a expansão das chamas. Uma enorme perda e um grande atraso no programa espacial. Mais dados e fotos sobre o caso no site "Fotos públicas". 

Em abril desse mesmo ano (1967), ocorreu uma perda impactante para a União Soviética e mundo, a morte do cosmonauta e engenheiro-coronel Vladimir Komarov. Após realizar todos os procedimentos, durante a aterragem, os dois paraquedas (principal e reserva) se enroscaram.   A “Soyuz-1” chocou-se contra o chão a uma velocidade de cerca de 80 m/s. Mais dados sobre esse triste acidente e sua história aqui. Há rumores extra-oficiais de que, nos últimos momentos, o cosmonauta tenha reclamado com a equipe, citando falhas nos equipamentos. Considerando a gravidade da situação, pânico e morte iminente, tal reação seria natural. O impacto foi tão grande e as chamas tão intensas que o corpo do cosmonauta foi reduzido a pequenos pedaços negros (em caixão aberto!).

Nessa tirinha, abordamos ainda o acontecimento do ônibus espacial Columbia. Em 1 de fevereiro de 2003 ele se desintegrou durante a reentrada, matando sete heróis. Uma das causas principais foi uma brecha no sistema de proteção térmica, causado por um pedaço de espuma isolante que se separou durante lançamento. Se houvesse maior desvelo da equipe e tripulação para averiguação da estrutura externa da nave, possivelmente não teria ocorrido o fato. Vale ressaltar o traje da tripulação, que em parte, não estava adequado. Mais informações sobre trajes, num artigo super completo aqui no "Blog do Astrônomo".

Não foi mencionado na tirinha, mas ocorreu um fato lamentável aqui no Brasil, em São Paulo, no ano de 2003. Durante lançamento de dois satélites o foguete que levaria os equipamentos explodiu, e 21 funcionários do Centro Técnico Aeroespacial (CTA) faleceram.

Lamentamos e muito, a perda dessas pessoas, que sonhavam com as estrelas e almejavam o avanço científico e melhorias à humanidade. Elas jamais serão esquecidas.

Mais dados sobre os acidentes na exploração espacial no recomendadíssimo site "TecMundo".


A NASA, acredito, efetua o pagamento dos vencimentos dos seus colaboradores, em dia. E deve pagar muito bem :P A citação na tirinha foi apenas com objetivo cômico.

Texto e pesquisa: Miguel Jr Arts

Imagens inseridas na tirinha: Divulgação Web 

Thank you.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a), sua opinião é relevante. Esse espaço é todo seu. Críticas, retificações ou ratificações são sempre bem vindas. Não utilize, porém, palavrões ou depreciações. Obrigado.