SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis Miguel Souto: VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 019

Quem sou eu

Minha foto

Radialista, nascido em Aracaju-Se, estudante de administração, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

quinta-feira, 17 de abril de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 019

Tirinha 019: motivos mais que justificáveis para se ingerir bebida alcoólica! De quebra, informações precisas sobre os efeitos do álcool no organismo e um final mais comum do que muitos imaginam!  É verdade. Tem "amigos" que tomam todas e não dividem o "prejuízo", jogam a carga tributária nas costas de um inocente generoso, alegando que esqueceu a carteira ou que só tem tal ínfima quantia.

A propósito: tive que fazer uma "rápida"(!) pesquisa pra escrever os efeitos do álcool no sangue.



Uma análise subjetiva do teor temático da tirinha:

Há na tirinha - subjetivamente - um incômodo contido, árdua tristeza do personagem (e também do autor) sobre a impotência perante a cruel morte. Infelizmente o autor provavelmente não estará aqui em 2100, e se conseguir, tendo 115 anos, terá consciência plena de seu iminente fim.

Após o fim, a morte, não há nada, na minha opinião - sou ateu convicto. Só há dois meios de recuperar alguém que faleceu: voltar no tempo ou criogenia.

O primeiro é praticamente impossível, de acordo com a maioria dos cientistas, e o segundo, além de apoiar, espero que mais empresas como a Alcor se instale em países como o Brasil, e tenha valores acessíveis. Eu seria um dos primeiros candidatos à clientes.


Resumindo o processo de criogenia: eles, após a morte do sujeito, injetam heparina (um anticoagulante) para impedir que o sangue coagule, removem a água das células substituindo-a com uma mistura química à base de glicerina chamada de crioprotetor - um tipo de anticongelante. Após a tal de vitrificação, jogam o felizardo (de cabeça para baixo) num tanque de metal com nitrogênio líquido, a uma temperatura de aproximadamente - 196ºC. Pronto. Agora é só esperar avanços tecnológicos, e torcer pela plena reanimação, inclusive cerebral. Além de esperar a tecnologia, o problema é o preço: uns R$ 320 mil. Adoro a idéia, e se o preço baixar e vierem pro Brasil, seria ótimo.


Tirinha e pesquisa de texto:
Miguel Jr Arts

Sites que recomendo para o tema:
www.alcor.org/
http://ciencia.hsw.uol.com.br/criogenia2.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a), sua opinião é relevante. Esse espaço é todo seu. Críticas, retificações ou ratificações são sempre bem vindas. Não utilize, porém, palavrões ou depreciações. Obrigado.