SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis MIGUEL JR ARTS

Quem sou eu

Minha foto

Radialista, nascido em Aracaju-Se, estudante de administração, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

terça-feira, 21 de março de 2017

A LENDA CHUCK BERRY NOS DEIXOU

Charles Edward Anderson Berry ou simplesmente Chuck Berry nasceu em 18 de outubro de 1926, em Saint Louis, Missouri, Estados Unidos, e é considerado o pai do rock (se tecnicamente esse estilo possuir paternidade única).


CHUCK BERRY
FONTE: I0


Apaixonado por blues e fã de artistas como Nat King Cole, foi um dos primeiros cantores negros a fundir country com  jump blues e rhythm and blues na década de 50, criando inéditas composições que falavam de carros,  garotas e diversão. 

Inicialmente criou o grupo The Chuck Berry Trio, alcançando relativo sucesso, mas foi pela gravadora Chess Records e em carreira solo que destacou-se em todo o mundo - em 1955 sua música "Maybellene" ficou em quinto lugar nas listas dos Estados Unidos. Essa música é considerada uma das primeiras "rock-and-roll songs". 

Berry foi o criador de eternos sucessos do rock como "Roll over Beethoven", "Rock And roll music" e o excepcional e envolvente que tanto aprecio, "Johnny B. Goode", todos concebidos no final dos anos 50 e começo dos 60, melhor período de sua carreira, segundo muitos críticos.

Apesar de não se destacar na música nas décadas seguintes e enfrentar sérios problemas judiciais (envolvimento com menor e evasão de impostos) seus hits se tornaram clássicos, renovando-se em performances dos The Beatles e de Elvis Presley, por exemplo. Há, sua original dança do pato "Duck Walk" tornou-se igualmente imortal.

Vale lembrar que Berry foi eleito pela revista Rolling Stone o 5º maior artista da música de todos os tempos.


CHUCK BERRY
FONTE: HEAVY
Berry foi revolucionário na música por mesclar ritmos conhecidos, co-criando um outro, o rock and roll, e destemidamente audacioso, pois buscava espaço nas plateias, disputando de maneira igualitária o palco com artistas brancos. 

Compositor versátil, utilizava por vezes de acordes conhecidos, e sequência aparentemente simples, sempre inovando na melodia principal, valorizando bastante a guitarra e transmitindo alegria, irreverência e satisfação no palco.

Presenciando nascimento de vários estilos e diferentes tendências musicais ao longo dos anos, permaneceu fazendo suas turnês, revivendo seus ótimos e dançantes sucessos junto com seu público admirado.

Chuck Berry infelizmente nos deixou no dia 18 de março de 2017, aos 90 anos, de causas naturais. Iria lançar um novo disco esse ano, após décadas. Tal disco, segundo familiares, será lançado.

Elvis Presley, acredito, é o Rei do rock. Já Chucky Berry é o querido pai, e sua falta será sentida, mas sua música inovadora permanecerá.

Texto e pesquisa:
Miguel Souto

quinta-feira, 2 de março de 2017

VIDEOCLIPE "OU ELA OU EU"


Olá. Após registro no músicas registradas, estamos divulgando em formato de áudio nossa terceira música autoral (parceria Souto e Reeves) nos sites SoundCloud, PalcoMP3, HouseMusic e claro, agora em formato de vídeo.

Essa música foi criada a cerca de três semanas atrás, numa tarde/noite. Tentamos exprimir os sentimentos de uma traição num relacionamento bastante consistente e duradouro, o que potencializa a dor. Em parte, a história é inspirada em fatos reais. Uma letra de uma mulher que sofre por uma evidência abrupta de infidelidade após tantos anos de dedicação e entrega, algo não tão incomum.

Essa canção é direcionada exclusivamente para gravadoras e cantores/duplas sertanejas do sexo feminino.

Mais uma vez a gente deixa ratificado: a performance vocal do Miguel Souto apresenta algumas limitações pois o mesmo não é cantor profissional. Além disso toda a produção foi realizada com VSTs, plugins como RealGuitar dentro do FLStudio.

Nosso objetivo é entrar em negociação com gravadoras, estúdios, cantores ou bandas. 

Contatos: (79) 99645-8089 ou pelo e-mail migueljrarts@hotmail.com

Obrigado.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

SETE EXOPLANETAS DESCOBERTOS - ROCHOSOS E POTENCIALMENTE HABITÁVEIS

TRAPPIST
Crédito da imagem: TheStar

Uma ótima notícia astronômica foi propagada nesta semana pela NASA: sete exoplanetas rochosos similares a nossa Terra foram descobertos!

Eles estão a cerca de 39 anos-luz de distância (ou 387 trilhões de quilômetros), na constelação de Aquário e orbitam a estrela anã-vermelha TRAPPIST-1.

Eles forem apelidados de b, c, d, e, f, g e h. Os maiores exoplanetas, o primeiro e o sexto (b e g, por ordem de proximidade da estrela) são apenas 10% maiores que a Terra.  Já os exoplanetas 'd' e 'h' são 25% menores que nosso planeta.

As análises preliminares indicam que as temperaturas na superfície de pelo menos seis deles variam entre 0°C e 100°C.

O quarto, o quinto e o sexto planeta, segundo os cientistas, são os que tem maior chance de abrigar vida, pois estão na zona habitável, com possível água em estado líquido. A maior aposta, entretanto, é para o TRAPPIST-1f, se efetivamente possuir atmosfera e efeito estufa. Ele tem órbita de nove dias e recebe luz semelhante a Marte. Os períodos orbitais destes exoplanetas são surpreendentemente curtos: de 1,5 a 13 dias.



TRAPPIST-1f
Crédito da imagem: Space

Devido a força enorme de maré, eles têm rotação sincronizada, uma face permanentemente voltada para sua estrela hospedeira, ficando uma metade na escuridão total e outra metade exposta a luz. A única região habitável seria a intermediária, apesar dos ventos ciclônicos em decorrência das abruptas e vertiginosas diferenças térmicas.

O autor principal do estudo é o astrofísico belga Michaël Gillon da Universidade de Liège - Bélgica, que com sua equipe, em maio de 2016 descobriu três exoplanetas desse sistema.  Agora, com dados do telescópio espacial Spitzer e do Telescópio Liverpool, no Reino Unido, identificaram os demais. Mas como eles conseguiram? Através do método de trânsito, quando o brilho da estrela é ligeiramente reduzido em intervalos regulares por causa de objetos que passam entre ela e a Terra. 

A estrela TRAPPIST-1, pouco maior que Júpiter, tem cerca de 0,05% da luminosidade do nosso Sol, massa de aproximadamente 8% da massa solar e idade de apenas 500 milhões de anos. Vale lembrar que uma anã-vermelha, por consumir seu combustível mais lentamente (converter gás hidrogênio em hélio) vive cerca de 10 trilhões de anos! Ela é um recém-nascido de algumas horas, ou melhor, minutos. Nosso Sol, nessa metáfora, tem quase cinquenta anos.

Essa é uma ótima notícia. Não muito distante de nós temos exoplanetas potencialmente favoráveis à vida. Devido a grande radiação e ventos solares emitidos por sua estrela a maioria deles pode ter perdido a atmosfera. Se algum deles possuir grande núcleo de metal líquido em seu centro, o consequente campo magnético o protegerá, propiciando as condições para o surgimento da vida. 

Se algum deles tiver um efeito estufa ao extremo parecerá com o planeta Vênus, mas vamos torcer pelo melhor, dados que confirmem a presença de metano, uma atmosfera etc. 

Comentei que esses exoplanetas não estão tão distante de nós, mas isso é relativo: astronomicamente, não; Humanamente, sim. Trata-se do consumo de 1/3 da vida de alguém que vive 120 anos! São 40 anos de viagem numa nave espacial. Essa hipotética nave deve estar na velocidade-da-luz, algo escomunal e atualmente inconcebível! Numa sonda atual viajando a 60 mil km/h, por exemplo, chegaríamos no sistema TRAPPIST-1 em aproximadamente 700 mil anos!

Notícias como essa são fascinantes e podem ser históricas quando encontrarmos de modo inequívoco, vida. É válida a preocupação em criar tecnologia de propulsão ou técnica para deslocamento em alta velocidade com destinos intergaláticos, pois isso significa sobretudo a preservação da espécie. Mas o primordial é respondermos a idosa e intrigante pergunta: estamos realmente sós? E é exatamente isso que a equipe do Dr. Gillon e a NASA tenta fazer. Parabéns a todos os envolvidos!

Afinal, estamos sós? Acho que não. Estamos, por enquanto, presos nesse berço. Nem ao menos no nosso quintal podemos ir (estou me referindo a Marte, ou Europa, lua de Júpiter, ou Titã, lua de Saturno). Se não saímos ainda do limite do nosso quintal imagina a dificuldade em atravessar o quarteirão e chegar no outro lado da cidade! Mas podemos conseguir. 

Encontrar vida fora da Terra é apenas uma mera questão de tempo. 

Obs.: Parabéns também ao Google que fez uma pequena e bela animação no dia na página.


Texto e pesquisa:
Miguel Souto

sábado, 25 de fevereiro de 2017

VÍDEOCLIPES "AGORA SOFRE" E "O AMOR QUE TE DEI"

Olá. Nossas composições musicais estão sendo divulgadas em canais como SoundCloud e Palcomp3, porém agora produzimos dois videoclipes com legendas para a plataforma youtube também.

Esse formato, acredito, fica bem mais atraente e interessante.

Nosso objetivo é a comercialização da obra, contratos comerciais para gravadoras, produtoras, bandas ou cantores. Somos compositores a procura de contrato.



Como você já sabe, a produção foi independente, com utilização de VSTs, e esse locutor que fala com você é o mesmo na performance vocal, logo espera-se desconsideração por falhas.


Um diferencial desses videoclipes é a introdução dos belos gráficos musicais sincronizados. Pela primeira vez aprendi e apliquei as funções "Audio Spectrum" e "Radial Audio" no  After Effects, que estarei tentando dominar.


A renderização em 1080p no After Effects durou a média de 30 minutos. Depois, inseri o vídeo do gráfico no Vegas, adicionando efeito 3D e inclinando-o. 

O efeito sobre o desenho estilizado da mulher (em PNG) foi obtido com o plugin 3D Six-Pack - EnergyFX. Bem interessante a composição e fragmentação.


Acredito que o resultado ficou satisfatório.







Se você é cantor(a) ou produtor(a) e ficou interessado(a) em alguma de nossas músicas, entre em contato pelo telefone: (79) 99645-8089 ou pelo e-mail: migueljrarts@hotmail.com. Estamos abertos a propostas comerciais.


Em alguns dias, publicaremos aqui nossa terceira música sertaneja.


Assista em Full HD. Comente, compartilhe. Obrigado. 

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

VÍDEO "COMPRAS ON-LINE"

Olá. Para participar de uma chamada no Conta Pra Mim sobre controle de gastos on-line, elaborei esse vídeo.


Com dicas relevantes e objetivas e visual interessante, embora ainda 2D, acredito que terei chances.  

Algumas cenas foram criadas no Flash, como a primeira. 

Inicialmente, como de praxe, tudo foi feito no Corel, depois as imagens foram exportadas como Ai para o Flash ou como Jpg para o Sony Vegas.

Agora é esperar e torcer! Assista em 1080p e sim, siga essas recomendações. 

Thank you.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

COMPOSIÇÕES SERTANEJAS - AGORA SOFRE - O AMOR QUE TE DEI



Olá. Acabamos de registrar nossas primeiras músicas no gênero sertanejo. Uma parceria com meu primo compositor Moisés Reeves. Temos há pelo menos dois anos diversas composições de forró e axé, mas ainda estão sob análise e seleção para registro.

Essa primeira música "Agora sofre" foi feita em uma única tarde, tamanha a naturalidade e fluidez na inspiração dupla. A segunda, finalizada alguns dias depois.

O objetivo é a divulgação da obra para duplas sertanejas. Pretendemos entrar em negociação comercial. Acreditamos que elas tem alto potencial nas mãos de uma ótima produtora e de cantores profissionais.

"Agora sofre" é direcionada a uma dupla sertaneja masculina e relata a desilusão de uma separação e, de certa forma, a tentativa inicial frustrada da parceira em buscar outro alguém, geralmente com interesse apenas sexual. Situação bem comum.


 


Essa segunda música "O amor que te dei" é focada numa dupla sertaneja feminina e demonstra fielmente (ou tenta) o sentimento doloroso de uma mulher sentada numa mesa de bar, ou numa festa, tentando esquecer do seu ex, uma tarefa árdua. 

Mesmo após uma traição, embriagando-se, a mulher pensa na remota possibilidade de ainda ter seu amado, mesmo sabendo que este não a merece. Muitas mulheres passam por situação de infidelidade e precisam superar isso. Essa música é um relato desse sentimento triste, de perda.

Este intérprete que fala aqui com vocês e é locutor, tem limitações no canto, portanto falhas eventuais devem ser ignoradas.

Essa música originalmente estava em G (sol) , mas baixei para F (fa). Foi um desafio cantá-la por que exigiu grave máximo na parte: "...de ficar com ele..."; E agudo elevado no segmento: "...essa história de...". Se eu baixasse o tom ficaria mais confortável no refrão, mas não conseguiria fazer essa parte da estrofe.

O playback dessas duas músicas foi feito no FL, utilizando plugins como Real Guitar, Ample Sound Bass ABPL2 (baixo), Addicitive Drums (bateria), Ilya Efimov Accordion (sanfona) etc.

A bateria tem pouquíssimas viradas, pois não tenho experiência com a mesma, tão pouco com o estilo, e não encontrei base pré-programada em sertanejo universitário. Segui algumas dicas de bateristas em videos do Youtube e 'desenhei' as batidas.

Considerando as limitações na produção e no vocal acredito que o resultado está bom/regular. Como dito, o objetivo é a negociação da obra.

É exatamente por pensar comercialmente que não vejo limitações em gênero musical, afinal amo rock e eletrônica. Mesmo pessoalmente não apreciando gêneros como forró e o proposto - o que não significa que não possa haver exceções, poucas músicas que curto, e há -, é preciso, comercialmente falando, abraçar carinhosamente todos os estilos, estudá-los, e dedicar-se integralmente a composição, independente de sua classificação, afinal podemos adaptá-las.

Espero que muito em breve essas músicas sejam executadas por grandes nomes nacionais e cantada por grandes plateias.

Agradecimentos aos amigos Caraíba, Jodevan, Hélio, minha maninha Ellen, meus pais, e claro, meu talentoso primo, grande compositor sergipano Moisés Reeves.

Contato: (79) 99645-8089
migueljrarts@hotmail.com

Curta, compartilhe, comente.  Obrigado.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

MJR GRAVAÇÕES - COMERCIAIS E VINHETAS



Olá. Precisa divulgar seu evento, sua empresa? 

Contrate nossos serviços de gravação comercial! 

Qualidade, rapidez e ótimo preço!

Orçamento sem compromisso!

Destaque-se no mercado, seja visto e consequentemente lembrado!

M.JR. GRAVAÇÕES ;)

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

DESENHOS/CARICATURAS MIGUEL SOUTO


Olá. Desenho feito por encomenda para minha prima Jassiara, criado no Corel e Photoshop com referência a uma imagem divulgada na internet.

Se desejar um desenho similar ou caricatura basta entrar em contato.

Desenho similar ao divulgado acima: R$ 100,00
Caricatura individual Básica (sem detalhes e realismo): R$ 90,00!
Caricatura individual Vip (com máximo detalhes e realismo): R$ 160,00!
Caricatura casal Vip: R$ 280,00!

Ótima dica de presente original e inesquecível para aquela pessoa especial!
Entre em contato: migueljrarts@hotmail.com ou (79) 99645-8089.

Obrigado.


Há, ótimo 2017! Saúde e conquistas pra você! Continuaremos juntos!

domingo, 18 de dezembro de 2016

MEDLEY "SUNSHINE"



Olá. Confira minha mais nova produção musical: 'Medley Sunshine', remix original de minhas três músicas em inglês: "Sunshine", "Lost" e "Dont be Afraid", mixadas em Electro Dance, utilizando apenas os respectivos refrões. 

Programas utilizados: FLStudio e Reaper. Principais plugins usados: Sylenth e Nexus.

Apesar de ter curta duração, acredito que ficou bem dançante e envolvente, com voz mixada na medida certa, dessa vez. Breve postarei playback.

Quer escutá-la no House-Mixes? Clique aqui.

Se preferir, pode escutá-la no PalcoMP3!

Video do Medley publicado no youtube pra vc curtir:





Thanks.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

SUNSHINE - DONT BE AFRAID - LOST

Confira minha primeira composição em inglês, "Sunshine", no SoundCloud:





Abaixo, minha segunda música em inglês, "Dont be Afraid":





Minha terceira e mais recente composição "Lost":





Você pode ainda acompanhar essas e outras músicas no meu canal no Palco MP3 clicando aqui.

Se preferir tenho um canal no House-Mixes.

Comente, compartilhe. Thank you.


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

COMPOSIÇÕES MUSICAIS EM INGLÊS



Vamos falar sobre música, criação, produção e registro?





SOBRE ESCOLHA DE GÊNERO MUSICAL



Não é a primeira vez que componho, afinal tenho mais de 20 músicas registradas na BN, estilos Pop/Rock/Dance (em português), mas é a primeira experiência na língua inglesa, o que por si só carrega um enorme desafio, e proporcionalmente abre maiores possibilidades.

Esse projeto foi iniciado em julho deste ano, pelo menos a criação propriamente dita. A aquisição do teclado Casio CTK 3200 alguns meses antes, já foi objetivando tal trabalho.

As 13 músicas que tenho no gênero dance - que tanto aprecio - são, como comentei, em português. Quando as criei em parceria com o amigo Silveston S. em 2010, tinha o objetivo de enviá-las à gravadoras nacionais especializadas no gênero. E o fizemos.

A gravadora recusou o material, o que nos deixou desapontados, porém com isso, constatamos na prática uma realidade gritante: músicas dance em português não tem mercado, exceto poucos ótimos hits como "Libera extravasa" do Grupo ALG ou versões brasileiras de sucessos mundiais.

Todo esse relato acima é apenas pra você perceber o quanto a escolha do gênero musical e língua escolhida numa composição limita suas chances no mercado. Por isso a necessidade de compor em inglês.

É importante ressaltar: não desisti de criar músicas na nossa língua: as outras 14 composições registradas que tenho são em português e no gênero pop/rock, além de que mantenho parceria com meu primo Moyzheys Reeves e registraremos em breve música sertaneja, de axé e de forró.




SOBRE AS COMPOSIÇÕES EM INGLÊS


As músicas que mais aprecio são na língua inglesa e mesmo tendo tanto contato com essa língua, inclusive em filmes, não a domino - tenho apenas a percepção básica de um iniciante.

Para compor, como de praxe, criei a melodia oralmente, assoviando, cantarolando mesmo, depois defini acordes no teclado, elaborei a letra em português, recorrendo por fim ao Google Translate, fazendo as desafiadoras adaptações necessárias.

É desafiador compor em inglês, principalmente quando você não é fluente, por que as palavras devem adaptar-se na melodia, não só na escrita como na pronúncia. É imprescindível compactar, expandir a pronúncia de uma sílaba ou mesmo repeti-la. Por exemplo: na música 'Sunshine', se eu cantasse apenas a frase: "IT IS SO COLD" não preencheria o espaço necessário, mesmo demorando na pronúncia da sílaba "SO", por isso utilizei do recurso de repetição: "IT IS SO... SO COLD".

Há ainda os possíveis erros gramaticais ou de significado que você deve superar. Por exemplo, na música 'Dont be afraid' um dos versos originais na segunda estrofe era: "WELL NEAR THE ABYSS, OH NO", mas seu significado real não indicava o risco e a proximidade do abismo, sendo corrigido para: "CLOSE TO THE ABYSS, NO". Sim, ainda tive que excluir o "OH", para fluir corretamente.

Por fim, você deve atentar-se as falhas na pronúncia, e claro, afinação.

Sobre as correções gramaticais e na fonética meus agradecimentos especiais ao professor de inglês Rússeo A., que também é músico e compositor. Seu auxílio foi primordial na escrita correta - minha maior preocupação -, e na análise e eliminação de erros graves na pronúncia.

Minha maior preocupação sempre foi a escrita correta, pois embora tenhamos a liçença poética, é preciso que a mensagem tenha significado claro e esteja formalmente apresentável e articulada.

Quanto a pronúncia, considerando que não sou cantor nem poliglota, são perdoáveis tais falhas, que sei que existem. Na verdade deveria contratar uma cantora e estúdio profissional, mas dada as limitações financeiras, eu mesmo assumi os riscos, recebendo imediatamente elogios da minha mãe na composição, não no canto. Risos

Ratificando: a prioridade desse projeto é difundir a obra, não o intérprete. 







PROGRAMAS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS


Como proferi acima, os recursos estavam limitados, por isso toda a produção foi com softwares, plugins, e a gravação em casa.

Após determinar acordes no teclado Casio CTK 3200, abri o F L Studio 12 e recriei acordes, utilizando por exemplo, o plugin Real Guitar. Na pista de bateria usei o plugin Addictive Drums. Trabalhei ainda com outros plugins VSTis como "Edirol Orchestral VSTi" para simulação de violinos, celo, "ReFx Nexus" para pianos, "Sylenth" etc.

Após playback finalizado, o que resultou num trabalho e aprimoramento de mais de dois meses, trabalhei com o "Reaper" para adicionar voz. Descobri esse programa recentemente e o amei. A facilidade em criar pistas, gravar e editar, semelhante ao Vegas foi o que me encantou. Breve postarei uma pequena video aula sobre sua utilização.

A captação da voz foi a partir de mesa Behringer EuroRack UB 802 e placa UCA 202.



REGISTRO


O registro foi rápido e fácil no ótimo site Musicas Registradas. O prazo de entrega de certificado digital é em até dois dias úteis.

O que consumiu maior tempo foi a produção dos playbacks, revisão gramatical e na pronúncia.

Inicialmente o objetivo era registrar as músicas nos gêneros dance, trance e eletro, inclusive tenho todo trabalho finalizado, com exceção da voz. Mas atendendo a recomendação do amigo compositor e cantor gospel Jodevan optei em adaptá-las ao gênero pop, voz e violão. Isso abre maiores possibilidades de mercado, não se restringindo a um gênero específico, pois um produtor ou cantor de música eletrônica ou banda de rock, por exemplo, pode se interessar e regravá-la a seu estilo.

Após terminar as primeiras versões eletrônicas, improvisei um medley em voz e violão utilizando o Real Guitar que acabara de conhecer. Foi exatamente esse medley que serviu de base para as três músicas nessa versão de registro. Acrescentei dedilhados, violinos e outros elementos para diferenciá-las.


Há, pretendo em breve divulgar as versões em remix das três músicas. 



DADOS CURIOSOS


* A música "Dont be afraid" originalmente estava em F, mas devido as minhas limitações vocais visíveis, baixei para D#, e a versão final ainda sofreu outra diminuição no tom.

* É possível detectar pequeno ruído na gravação da voz, devido a falta de isolamento.

* Embora não tenha comprometido o trabalho final, admito que exagerei no Reverb e volume da voz. Explicarei: após o projeto finalizado no Reaper, levei a gravação da voz para o Sound Forge, adicionando Wave Hammer e compressor. Padronizei excessos, mas simultaneamente destaquei ruído. Depois, voltando ao Reaper acrescentei mais reverb e praticamente não diminuí volume. 

Proporcionalmente a voz ficou no mínimo 1,5 decibéis acima do que deveria, mas como disse, não prejudica potencialmente o resultado, apesar de ser perceptível. Isso demonstra falta de experiência do produtor ou do ponto de vista eufemista e positivo, proposital destaque a melodia principal; Ainda assim, um erro com a adição de efeitos de reverb em demasia. Já comentei e vou ratificar: foram esforços para melhorar a performance vocal. Terei mais atenção nas próximas.

* Instalei o bom programa Melodyne Studio 4 e ainda o utilizei na análise da voz, mas na última versão optei em não aplicá-lo. Ainda não o domino plenamente e em alguns trechos a voz ficava mecanizada com alterações sutis irreversíveis.

* Os simples clipes que criei com músicas legendadas para divulgação foram feitos no Sony Vegas 13. Devido ao processador e memória ram limitados, e inexistência de placa de vídeo, a renderização dos 3 minutos em 1080p levaram quase uma hora e meia! Haja paciência, né?

Invista em placa de video, memória ram e processador. Farei isso em breve. Se você não faz upgrade fica refém desse cenário anima :(

* Para não deixar a tela totalmente branca no clipe, desenhei no coreldraw o rosto de uma garota estilizado, com nuances de nota musical. Após finalizá-lo no Photoshop, empreguei leve movimento de zoom no SonyVegas em sua duplicação um pouco opaca.

* A melodia e letra da música "Sunshine" foi criada em 13 de julho de 2016. As outras uma semana depois.

* A música instrumental "Momentos" foi criada em agosto do corrente ano, usando o teclado Casio para acordes principais.

* Adicionei na margem esquerda o nome do Estado onde resido, uma singela homenagem a Sergipe. Aqui também se produz músicas em inglês para o universo Pop.

* A música "Sunshine" originalmente teria 2'37'' de duração, mas resolvi acrescentar uma parte instrumental, enfatizando a principal melodia do refrão com violinos e teclado no final, o que foi uma decisão acertada, presumo. Nessa parte usei os plugins 'Orchestral', com três pistas distintas, 'Add Drums' modificada e na última parte um piano do 'Nexus'. O programa travou várias vezes devido ao alto uso de memória.

* A música "Dont be afraid" é direcionada aquelas pessoas que enfrentam dificuldades psicológicas momentâneas, solidão, tristeza. O foco é a motivação.

* A música "Sunshine" traz aspectos saudosistas, lembranças de alguém especial. Em parte é baseada numa experiência pessoal do compositor, quando na adolescência admirava uma garota(...) É ainda fruto de uma profunda reflexão, uma análise intrínseca da condição mortal do homem e sua impotência, destacada sobretudo nos primeiros versos. Sim, todos nós um dia iremos embora da existência:"All go way one day".

* Nessa mesma música a ideia original era reservar duas estrofes sobre reflexão existencialista. Algo como: "Somos apenas um grão de areia nesse assombroso Universo" e etc, mas visando a objetividade comercial e direcionamento sentimental, suprimi tais estrofes, atenuando algumas expressões menos usuais, simplificando todo conteúdo nos três versos. Ainda poderei compor com esse conceito mais expandido, irrestrito e liberto.

* A música "Lost" aborda o fim de relacionamentos. Se não houver nutrição diária o amor torna-se frio. O casal, mesmo residindo sob mesmo teto, está distante um do outro.

* As influências musicais diretas do compositor para estas versões registradas são do grande Rei Elvis Presley e de ótimas bandas de rock como Travis.

 * O nome Miguel Souto é em homenagem a minha mãe Maria José Souto. Estendi essa homenagem ao universo musical. Inclusive o registro da música 'Lost' no Musicas Registradas e de todos os outros na BN foram com o pseudônimo 'Miguel Jr'. É impossível alterá-lo nas obras já registradas.

* Inicialmente toda a voz teria efeito de delay, incluindo a segunda voz, mas percebi que isso é adequado unicamente a músicas dance, não a voz e violão. Por isso a busca frenética por plugins como "Izotope" e diversos 'reverberes'. Ainda testei o Auto Tune, na tentativa de melhorar a voz, mas não o apliquei.





AGRADECIMENTOS



Ao amigo Marcos Caraíba, pelas audições cuidadosas, relevantes recomendações, críticas e motivações, desde a primeira e rústica versão de cada uma das três músicas e até de dois protótipos que se perderam (ou foram sumariamente eliminados pelo compositor). Risos

Ao amigo compositor Jodevan pelas grandes dicas técnicas e apreciação.

Ao professor de inglês Rússeo A. pela análise detalhada e paciência na revisão gramatical e na pronúncia.

Ao primo compositor Moyzheys Reeves pelo incentivo de sempre, ao amigo Hélio pela motivação, ao amigo compositor Maik (Maxwell Nunes) pelo auxílio inicial na correção gramatical e atenção. Acesse o canal e confira suas obras nesse link. À toda família também pela motivação e amigos do HiperSom e da rede, que direta ou indiretamente demonstraram algum interesse.


CONTATO COMERCIAL


Se você gostou de uma das músicas ou todas elas entre em contato: migueljrarts@hotmail.com ou pelo telefone:(79) 99645-8089.

Estarei disposto a negociações comerciais, afinal o objetivo, além de imortalizar a obra, sempre foi apresentá-la para apreciação de profissionais e bandas interessadas, quer no Brasil ou fora dele.

Tenho a esperança de vê-las apresentadas nas vozes consagradas dos grandes nomes do universo pop, dance ou rock. Será memorável.

Obrigado pela leitura até aqui, por conferir as músicas. Curta, compartilhe, comente. Estou preparado para as críticas - e as mereço mesmo, afinal acho que desafinei em alguns momentos -, mas não deixe de comentar, preferencialmente construtivamente. 

Thanks. See ya!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

VÍDEO "LONGO PRAZO"


Hello. Após um hiato de cinco meses(!), voltei com mais um video para o Conta pra mim. Tenho me dedicado a finalização nas composições musicais em inglês - e trarei novidades em breve -, além de caricaturas etc, por isso a pequena pausa nas animações e videos.

A chamada é: "Como ter uma visão de longo prazo em relação ao seu dinheiro?"e decidi participar, embora já com prazo limitado, afinal acaba amanhã, dia 30. 

Fiz o video em dois dias. Depois de elaborar o roteiro, criei os desenhos no Corel, exportando como "Ai" para o flash, onde renderizei como Wmv, em 1080p, editando por fim no Vegas. 

A trilha sonora original e simples fiz no FL, com os ótimos plugins (que ainda não domino totalmente) Addctive Drums e Real Guitar. Depois adicionei assovio improvisado.

Pretendo participar de outras chamadas até dezembro. Vamos esperar e torcer pela escolha do video, que tem boas recomendações financeiras.

É preciso pensar a longo prazo. Os filhos estão crescendo. E quanto a nossa aposentadoria? Pode estar longe, mas irá irremediavelmente chegar. Estamos envelhecendo. Com quais condições estaremos no futuro? Dependeremos do SUS, de parentes, teremos estabilidade, conforto? Ainda pagaremos aluguel? É bom pensar a respeito e investir ou poupar para o futuro!
Siga tais dicas. 

Observação: Após publicação percebi que renderizei em 720p. Havia originalmente utilizado o Vegas 10, mas depois que travou 3 vezes - vide minha "potente"' ram e "valente" processador -, usei o Vegas 13 e lá estava em 720p, sendo que não verifiquei. Mas, apesar da pequena perda de resolução, não acho necessário reupar pro YT e CPM. Mais atenção na próxima. Thanks.

domingo, 27 de novembro de 2016

CARICATURA DIGITAL

Presentei sua namorada, seu esposo, sua amiga ou seus pais com uma bela e original recordação! Peça agora mesmo sua caricatura!

Caricatura individual Básica (sem detalhes e realismo): R$ 90,00!
Caricatura individual Vip (similar às do banner acima): R$ 160,00!
Caricatura casal Vip: R$ 280,00!

Esse é um tipo de presente inesquecível, humorado e de bom gosto!

Você envia uma foto de seu rosto em alta resolução e pode informar qual figurino deseja, especificações do corpo e posição, sendo consultado durante o processo. E você recebe em poucos dias a caricatura em formato JPG em altíssima qualidade, ou se preferir, nos formatos PSD e CDR.

Não perca tempo! Entre em contato!

domingo, 13 de novembro de 2016

COMO SABEMOS A IDADE DA TERRA?

EARTH
Fonte: NASA

Como é possível determinarmos a idade do nosso planeta? Quais técnicas utilizadas? São precisas? A resposta científica sobre a idade da Terra geralmente vai de encontro a alguns posicionamentos religiosos.


No dia-a-dia nos deparamos com perguntas aparentemente simples, porém relevantes e até revolucionárias, supondo que a busca pela resposta provoque uma maior reflexão, aprimorando idéias ou conceitos elaborados e endossados. Aprecio questionamentos rústicos que beiram a ingenuidade presente na infância, como saber por que um avião, pesando toneladas, consegue sustentar-se no ar etc.

É necessário sempre a indagação, ferramenta de mudança de perspectivas que nos move, nos tirando por vezes de respostas tradicionais, enraizadas em mitos. Há pessoas que, motivadas por essas raízes regionais e ancestrais, exercendo sua liberdade de pensamento, negligenciam evidências científicas. Reiteramos que estas pessoas tem total liberdade para essa escolha, porém estão equivocadas.

Já fui questionado sobre a idade do planeta Terra e do próprio homem, sendo que a resposta científica, em tese, vai de encontro a definições religiosas ou bíblicas. As perguntas geralmente vem elaboradas e argumentadas da seguinte maneira: "Como os cientistas sabem que a Terra tem tantos bilhões de anos? Mas de Adão pra cá só tem 6 mil anos! Como você explica isso?"

Com técnicas como a Dendrocronologia - análise dos padrões dos anéis de troncos de árvores onde, por exemplo, círculos claros e escuros correspondem ao verão e ao inverno - é possível determinar com precisão climas antigos e datas em até 9 mil anos atrás! Logo, uma pequena análise numa determinada madeira pode definir uma idade superior àquela difundida como limite por muitas denominações religiosas.

Na Geocronologia, há diversas ferramentas e métodos aplicáveis para verificar o decaimento radioativo, determinando exatamente a idade de uma rocha ou da própria Terra:

* Datação com urânio e com o potássio: "... o isótopo de urânio 238 sofre decaimento radioativo, terminando como chumbo 206 (Pb-206). O tempo de meia-vida, isto é, o tempo necessário para que a quantidade dos núcleos do urânio 238 se reduza à metade, em qualquer amostra, é de 4.5 bilhões de anos."

* Datação com o potássio 40: "...o decaimento do potássio 40 por capturar um elétron ou por emitir pósitrons, forma o argônio 40". A relação entre o argônio e o potássio determina a idade de rochas e dos fósseis.

* Potássio-argônio: baseia-se no decaimento natural do isótopo radioativo K40 para o elemento estável Ar40, ou seja, "devido a reações no núcleo, átomos de potássio-40 viram argônio-40 sempre a uma mesma velocidade. A proporção entre esses átomos numa rocha pode dizer exatamente quando ela se formou".

Há outros métodos ainda como: Método Urânio(U)-Chumbo(Pb) em Zircões, Método Rubídio(Rb) - Estrôncio (Sr), Método do C14 ou Radiocarbono. O artigo completo sobre eles você encontra aqui.

Utilizando desses métodos científicos foi divulgado no ano de 2014 a idade da rocha mais antiga encontrada no nosso planeta: 4,4 bilhões de anos! Trata-se de um fragmento de zircônia.  A notícia na íntegra está aqui.

Admito que, exceto a dendrocronologia, tais métodos são difíceis de compreender para a maioria dos leigos como eu. As equações são imponentes e causam pavor (risos). Sabemos, entretanto, que esses são os meios confiáveis para o esclarecimento de dúvidas sobre a idade de um material, sedimento, espécie, Planeta.

É necessário desprender-se de ideias tradicionais que limitam nossa visão de mundo. 

Geologicamente falando, vivemos alguns segundos, mas isso não nos impede de apreciarmos todas as horas do relógio, com precisão. Podemos, seguindo regras científicas, admirar os enormes, conturbados e maravilhosos 4,6 bilhões de anos de existência da Terra e de tudo que nela há, incluindo nós mesmos.

Há diversos sites onde a data do planeta Terra não é aproximada ou arredondada, com isso chegamos aos precisos 4,56 bilhões de anos. Recomendo um belíssimo artigo sobre os primórdios e processos geológicos do Planeta e métodos aplicáveis nesse site.

Todas as pessoas tem plena liberdade para acreditar no que quiserem, como o pensamento de que o Planeta e nossa espécie possuem apenas alguns milênios de anos, porém, diferente do que a maioria das religiões pregam a respeito, a ciência apresenta provas, e isso independe de posicionamento ideológico pessoal, pois é fato real. 

Breve poderei publicar outro artigo comentando sobre veracidade de fósseis de dinossauros e de nossos ancestrais.


Texto e pesquisa: Miguel Jr Arts

terça-feira, 18 de outubro de 2016

CARICATURAS MIGUEL JR ARTS

CARICATURA MIGUEL JR ARTS

Olá. O que acha de presentar seu namorado, sua namorada, noivo, esposa com estilo, originalidade e inovação? Aproveite essa promoção: caricatura vip de casal por apenas R$ 199,00!

Na caricatura Vip você tem todos os detalhes, efeitos de sombra e luz acentuados, deixando o desenho mais realista. A resolução é acima de 3000 X 2000, sendo possível revelar ou imprimir até em outdoor.

Algumas pessoas me questionam sobre o preço, alegando que está alto. No mercado a média de uma caricatura básica é de R$ 150,00 e Vip de R$ 300,00. O valor de minhas caricaturas segue esses referenciais, e inclusive há um desconto expressivo. Além disso é necessário contabilizar o tempo e mão-de-obra. Somente a vetorização simples de um rosto consome a média de 5 horas!

O valor padrão que estou cobrando por caricatura é de R$ 100,00 a básica, e de R$ 180,00 a vip. Por um curto período irei diminuir esses valores; até 20 de novembro, R$ 75,00 a básica, R$ 140,00 a vip e R$ 199,00 a Vip casal.


CARICATURA MIGUEL JR ARTS

Essa é uma enorme promoção que criei, e por tempo limitado. Por isso não perca tempo e entre em contato!

Há, nos banners acima estão as caricaturas de meus queridos pais e minha irmã, respectivamente.

E o sobrenome "Souto" na assinatura (escrita a mão e vetorizada no Corel) é uma pequena homenagem a minha mãe Maria José Souto!


Obrigado.