SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************SEJA BEM VINDO, AMIGO (A)*****************ESTE É O BLOG: MIGUEL JR ARTS*************************************************************************************************************************
Contador Grátis MIGUEL JR ARTS

Quem sou eu

Minha foto
Estância/Aracaju, Sergipe, Brazil
Radialista, estudante de Administração, nascido em Aracaju-Se, amante da astronomia - vê na Ciência/Cosmologia o meio para a resposta da maioria das grandes questões. Compositor que também desenha, e além disso, escreve roteiros e cria outras coisas. Ateu, empático, pacifista. Apaixonado por rock, música eletrônica e filmes, sobretudo de ficção. Autodidata, obsecado por conhecimento e mais conhecimento.

MINHAS ANIMAÇÕES

Loading...

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

ACIDENTES NOS VÔOS ESPACIAIS

O avanço científico e/ou aprimoramento tecnológico, por vezes, surge após falhas graves e fatalidades. Em se tratando de vôos espaciais, não é diferente.


Ônibus Espacial. 
Origem da imagem e direitos reservados: 
Site: Wikipedia.
Na tirinha de número 39 da série cosmológica Victor e Victão, abordei tal tema e explanei, após muita pesquisa, alguns dos principais acidentes espaciais. Aqui, com maior espaço e com imagens, estou transcrevendo a análise.

Nossos heróis da Challenger morreram no dia 28 de janeiro de 1986, durante o lançamento. Uma das principais causas da fatalidade foi a falha na vedação de um dos anéis de borracha, usado no tanque externo de combustível sólido (perdeu elasticidade por causa da baixa temperatura). Segundo investigações, alguns dos tripulantes estavam vivos durante a queda de mais de 2 minutos. Talvez, inconscientes devido a despressurização. Infelizmente não havia pára-quedas ou sistema de ejeção. A velocidade da capsula no impacto era de cerca de 3.214 km/h. Mais sobre o Challenger aqui e aqui e aqui.


Tripulação da Challenger. 
Origem da imagem e direitos reservados: 

Possivelmente pisaríamos na Lua bem antes de 1969 - ano limite estabelecido pelo presidente Kennedy. Nesse cenário, suponho que o primeiro homem que pisaria no nosso satélite natural, seria o comandante Virgil Grissom ou seus amigos Roger Chaffee e Edward White. Infelizmente eles faleceram durante um treinamento em 27 de janeiro de 1967. O fato ocorreu devido a um curto-circuito no interior da cabine. A exposição da tripulação a oxigênio puro e seus trajes com camadas de Nylon aumentaram drasticamente a expansão e penetração das chamas. Uma enorme perda e um grande atraso no programa espacial. Mais dados e fotos sobre o caso no site "Fotos públicas". 


Virgil Grisson, Ed White e Roger Bruce Chaffee, na ordem (esquerda, direita).
Origem da imagem e direitos reservados:

Em abril desse mesmo ano (1967), ocorreu uma perda impactante para a União Soviética e mundo, a morte do cosmonauta e engenheiro-coronel Vladimir Komarov. Após realizar todos os procedimentos, durante a aterragem, os dois paraquedas (principal e reserva) se enroscaram.   A “Soyuz-1” chocou-se contra o chão a uma velocidade de cerca de 80 m/s. Mais dados sobre esse triste acidente e sua história aqui. Há rumores extra-oficiais de que, nos últimos momentos, o cosmonauta tenha reclamado com a equipe, citando falhas nos equipamentos. Considerando a gravidade da situação, pânico e morte iminente, tal reação seria natural. O impacto foi tão grande e as chamas tão intensas que o corpo do cosmonauta foi reduzido a pequenos pedaços negros (em caixão aberto!).


Coronel Vladimir Komarov.
O
rigem da imagem e direitos reservados:
Site: Taring.Net


Em 1 de fevereiro de 2003 o ônibus Espacial Columbia se desintegrou durante a reentrada, matando sete heróis. Uma das causas principais foi uma brecha no sistema de proteção térmica, causado por um pedaço de espuma isolante que se separou durante lançamento. Se houvesse maior desvelo da equipe e tripulação para averiguação da estrutura externa da nave, possivelmente não teria ocorrido o fato. Vale ressaltar o traje da tripulação, que em parte, não estava adequado. Mais informações sobre trajes, num artigo super completo aqui no "Blog do Astrônomo". 


Tripulação da Columbia. 
Origem da imagem e direitos reservados: 
Site: CBSMiami

Ainda sobre desastres espaciais, ocorreu um fato lamentável aqui no Brasil, em São Paulo, no ano de 2003. Durante lançamento de dois satélites o foguete que levaria os equipamentos explodiu, e 21 funcionários do Centro Técnico Aeroespacial (CTA) faleceram.

Lamentamos e muito, a perda dessas pessoas, que sonhavam literalmente com as Estrelas e almejavam o avanço científico e melhorias à humanidade. Elas jamais serão esquecidas.

Mais dados sobre os acidentes na exploração espacial no recomendadíssimo site "TecMundo".

Texto e pesquisa: 
Miguel Jr Arts

Imagens reservadas aos sites mencionados e seus respectivos autores.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

SÉRIE EXTANT - Crítica



DADOS TÉCNICOS:

O criador da Série é Mickey Fisher. A série americana, que estreou em julho de 2014, e é considerada ficção científica, mistério e drama, pertence ao canal CBS. No elenco estão Halle Berry, Goran Visnjic, Pierce Gagnon, dentre outros. 

Como produtores executivos, destacam-se o próprio criador, Mickey Fisher e Steven Spielberg e ainda Greg Walker.


SINOPSE:

Molly Woods, uma astronauta da ISEA (International Space Exploration Agency) passa 13 meses em missão solo na estação espacial Seraphim. Suas experiências no espaço podem levar a certos eventos que tendem a mudar o curso da história da humanidade.


CRÍTICA:

Qualquer série ou filme que mantenha em primeiro ou segundo planos o ambiente espacial, atrai como imã, minha atenção. Entretanto, as vezes o roteiro não é bem trabalhado, ou os efeitos visuais não são formidáveis, tão pouco minimamente convincentes, principalmente pelo baixo investimento. Extant se adequa perfeitamente na primeira opção. 

Há na série inteira elementos de ficção científica, como hologramas, a estação espacial, o Ethan etc, mas no decorrer dos episódios, percebemos que o foco da história é o dilema familiar, emoções passadas da personagem principal e o mistério alienígena em sua viagem espacial. Há cenas de tensão e suspense, como quando Molly está sozinha na estação e se depara com o "fantasma" do seu ex, ou força alienígena, mas como disse, a maior parte da energia empregada na história é aplicada no drama.

Vamos falar agora sobre aspectos tecnológicos da história: assim como a série "Almost Human", essa poderia e deveria investir mais em acessórios de ponta. Em outras palavras, ao invés de telefone comum, os personagens poderiam se comunicar por holograma projetados a partir de implantes cutâneos, como em meu roteiro "2118: Recomeço". Os carros nesse futuro não tão distante, são similares aos nossos, apenas leves modificações no design e som do motor - quando assistir, preste atenção no som do motor - muito bom. Me arriscaria, como o fiz, em sugerir veículos voadores ou em "aerovias" suspensas. Um detalhe que me deixou pasmo (negativamente perplexo): nesse futuro a propulsão continua sendo química! No último episódio da primeira temporada, ou seja, no décimo terceiro, 
vemos um ônibus espacial similar ao Discovery (sou obrigado a dizer que a cena ficou hiper realista, mas essa tecnologia é arcaica, ou seria ou será). Resolução do problema: naves mais modernas com motores movidos a plasma, "íons-magnetoplasma", ou mesmo elevadores espaciais como citado em meu roteiro

Há, quanto a Ethan (Pierce Gagnon), o primeiro Humanichs, poderiam deixá-lo mais tecnologicamente atraente. O único efeito visual que vemos envolvendo o personagem é quando "o recarregam" - na verdade pode ser um efeito especial -, ou alguns gráficos no laboratório representando sua rede neural e organismo. Ele é avançado, claro - pode se conectar a qualquer rede, detêm consciência plena e sentimentos complexos similares aos humanos, mas poderia ter percepções sensoriais ampliadas, como super audição, ou visão de raio-X. Os produtores poderiam até cria-lo parcialmente em CG, obvio que o orçamento final seria multiplicado, mas dinheiro, nesse caso, não seria problema.

Vamos às atuações e destaques: Halle Berry, que também é produtora(!), é uma boa atriz. Sua personagem lembra, e muito, Sandra Bullock, no fenomenal "Gravidade". Ainda farei uma crítica sobre esse ótimo filme. Molly, entretanto, torna-se um pouco monótona, pois parece demasiadamente presa, acorrentada, algemada à Marcos, seu ex-marido falecido, e a seu bebê, que nasceu sem vida. Ocorre muitos flashback's, e sempre temos que voltar no tempo com suas alucinações. A impressão que temos é de que apesar de conviver com outro homem, ela sonha literalmente em rever seu primeiro amor. Parece feliz com a nova família, mas confusa com um homem imaginário, ou ser alienígena, portanto, possivelmente é infeliz. Tudo se complica ainda quando descobre sua gravidez. A atuação dela no último episódio, precisamente na cena em que está sentada na cabine da nave acoplada à estação espacial, onde se despede do filho, numa iminente morte, não foi a melhor possível. Não demonstra, na minha opinião, a emoção e angústia necessárias e reais de alguém com uma bomba nas mãos prestes a morrer. 

O ator Goran Višnjić na pele do marido de Molly é o típico pai dedicado, preocupado, compreensivo e inteligente. Talvez até essessivamente compreensivo e passivo. Com algumas excessões, como quando é rígido com sua equipe, seu comportamento é inalterável, sempre o mesmo. 

Hiroyuki Sanada, apesar de ser, na história, o responsável por tudo de ruim (envio de Molly na missão, exposição ao poder alienígena, gravidez, retirada do feto, prisão da criança, ameaças à família etc) não revela tanta maldade quanto o personagem de Michael O'Neill, o chefe de Molly, que inclusive, em muitas ocasiões se torna apático, chato mesmo.

Meu destaque de beleza, vai para a atriz Grace Jane Gummer,  que, no roteiro, ajudou a projetar Ethan. Carismática e sobretudo, com um olhar extremamente sexy, ela rouba a cena sempre que aparece. Seus lábios não são espessos como os de Angelina Jolie, mas seu olhar pode ser tão penetrante/atraente quanto o de Rihanna. E eu não sabia: ela é mais nova que eu. Nasceu em 1986.

Quanto ao destaque de beleza, desclassifiquei Berry, principalmente pelo seu corte de cabelo. Mulheres com cabelo curtíssimo não conseguem apresentar seu real potencial de sedução - opinião pessoal. Em outras palavras, não me sinto pessoalmente atraído por mulheres sem cabelo.

Quanto a Pierce Gagnon, o Ethan, obrigatoriamente, faz a mesma expressão quase todo o tempo. Tecnicamente o personagem, que é um robô, não dá muita liberdade para a atuação, mas conseguimos sentir empatia pelo garoto. 

O impacto causado pelo robô na saciedade é impressionante, exige uma profunda reflexão e aqui terá um espaço especial. Alma existe? Na minha opinião, não. Sou ateu e concordo com a perspectiva adotada pelo marido de Molly. 

Me surpreendi com uma cena no primeiro episódio onde há uma breve discussão cética/religiosa. Adorei. Não me contive e separei abaixo, parte do diálogo entre o marido de Molly e uma assistente do Hiroyuki Sanada. 

***Direitos reservados aos autores***
************

- "Planeja matá-la?"

- "Minha filha é humana."

- "Não entendo a diferença."

- "Para começar, ela tem alma."

- "Com todo o respeito, srta. Dodd, a alma não existe. O que chama de alma, eu chamo de efeito acumulativo de vivência. Informação simples
percorrendo neurônios no cérebro de sua filha."

************
***Direitos reservados aos autores***

Diálogo maravilhoso, excitante. Parabéns aos autores.

Resumo: 

Recomendo a série, mas com algumas ressalvas. Tem pouca ficção científica de fato, apesar de ironicamente ser alicerçada em tal gênero. Ela se prende muito a dilemas, passado da personagem e apresenta um mistério alienígena que traz suspense, e algum espanto, mas traz também confusão ao roteiro. Até agora não sei o que são aquelas partículas e o que exatamente aquele menino alien almeja, além de manipular mentes. 

Se a viagem de Molly, o acidente, a perda do bebê fossem eventos em tempo real, ou seja, a acompanhássemos desde a primeira ida ao espaço, talvez seria mais interessante. Entretanto, só o ar sombrio dos corredores da estação ou os símbolos no abdomem de Molly, ou ainda o simples fato de um robô criança revolucionando a sociedade, já valem acompanhar a série.  A assinatura do grande Spielberg e seu apoio, inclusive financeiro, estimula ainda mais nosso interesse, aumentando a expectativa.


 Vamos esperar agora que a segunda temporada nos surpreenda, algo que definitivamente não ocorreu na primeira. Podemos apostar nisso, por que a série tem alto potencial, mas precisa se desprender de questões emocionais saturadas, gordurosas, ter mais desenvolvimento, ação ou ficção legítima.

Tá aí mais uma crítica. Estava há mais de um mês planejando essa. 
Finalmente saiu. 

Breve mais críticas. Obrigado.


Imagem: 
Divulgação Net.

Crítica e pesquisa:
 Miguel Jr Arts









segunda-feira, 29 de setembro de 2014

ITSNOON - DÉCIMA SEGUNDA ILUSTRAÇÃO


Décima segunda ilustração para o Itsnoon.




Nome: Cena promocional. Sem descrição.


Esta enviei para a chamada:
CONTA PRA GENTE: O QUE TE FAZ PARTICIPAR DE UMA PROMOÇÃO?

Até o momento, não obtive sucesso com as ilustrações e animações nesse site (inclusive não fui selecionado na chamada Santander sobre como juntar dinheiro). Pena, principalmente após tanto trabalho exclusivo nas animações "Meu dinheiro" e "Prá
tica econômica". Quanto a primeira, foram duas semanas inteiras (podemos arredondar para três) de produção e pós-produção, e a segunda consumiu cerca de 7 dias.

Em última instância, e como prêmio de consolo, vamos nos agarrar ao fato de que a arte foi divulgada. Parabéns aos selecionados. Parabéns aos organizadores do Itsnoon, afinal é um ótimo espaço para divulgação. Parabéns aos seus parceiros, como o banco Santander, que apoiam financeiramente as idéias.

Posso comentar - e tenho esse espaço pessoal para isso, desde que não ultrapasse limites éticos e morais - que me impressionei negativamente com o resultado da chamada no Itsnoon. Há alguns videos selecionados que não tem alta qualidade técnica: sem alta qualidade de imagem, ou seja, 1280X720/HD, sem boa captura de áudio, sem grandes edições, iluminação etc. A maioria dos que apoiei pela criatividade, visual inovador, e mensagem transmitida, não foi escolhida. Apesar de tudo, compreendo a grande tarefa de classificação, e mesmo não ficando nem mesmo com apoios adicionais, parabenizo a iniciativa da plataforma, como comentei no site.

Como disse, mais uma arte estilizada divulgada. Não optei em adicionar nomes como: "Descontos", "Brindes", "Prêmios", "Sorteios", "Menos juros", "Mais segurança", "Credibilidade", fatores que nos motivam a participar de promoções, inclusive em bancos. A imagem diz tudo, de novo. :)


Thanks

sábado, 27 de setembro de 2014

ITSNOON - DÉCIMA PRIMEIRA ILUSTRAÇÃO


Ilustração exclusiva para o Itsnoon, chamada: "Movimento Por Favor, Com Licença e Obrigado" , feita no Corel e finalizada no Photoshop.

Nome:
GESTOS

Descrição:
Simples gestos, enormes significados e resultados. 

Empatia, humanidade e solidariedade! :)


A ilustração, por si só, diz tudo.

Thanks.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 039


O avanço científico e/ou aprimoramento tecnológico, por vezes, surge após falhas graves e fatalidades. Em se tratando de vôos espaciais, não é diferente.

Essa tirinha retrata alguns dos principais fatos trágicos, e faz uma pequena, justíssima e necessária homenagem póstuma, aos nossos heróis, que deram suas vidas em prol da ciência.


Dados técnicos dos fatos apresentados na tira:

Nossos heróis da Challenger morreram no dia 28 de janeiro de 1986, durante o lançamento. Uma das principais causas da fatalidade foi a falha na vedação de um dos anéis de borracha, usado no tanque externo de combustível sólido (perdeu elasticidade por causa da baixa temperatura). Segundo investigações, alguns dos tripulantes estavam vivos durante a queda de mais de 2 minutos. Talvez, inconscientes devido a despressurização. Infelizmente não havia pára-quedas ou sistema de ejeção. A velocidade da capsula no impacto era de cerca de 3.214 km/h.
Mais sobre o Challenger aqui e aqui e aqui.

Possivelmente pisaríamos na Lua bem antes de 1969 - ano limite estabelecido pelo presidente Kennedy. Nesse cenário, suponho que o primeiro homem que pisaria no nosso satélite natural, seria o comandante Virgil Grissom ou seus amigos Roger Chaffee e Edward White
. Infelizmente eles faleceram durante um treinamento em 27 de janeiro de 1967. O fato ocorreu devido a um curto-circuito no interior da cabine. A exposição da tripulação a oxigênio puro e trajes com camadas de nylon aumentaram drasticamente a expansão das chamas. Uma enorme perda e um grande atraso no programa espacial. Mais dados e fotos sobre o caso no site "Fotos públicas". 

Em abril desse mesmo ano (1967), ocorreu uma perda impactante para a União Soviética e mundo, a morte do cosmonauta e engenheiro-coronel Vladimir Komarov. Após realizar todos os procedimentos, durante a aterragem, os dois paraquedas (principal e reserva) se enroscaram.   A “Soyuz-1” chocou-se contra o chão a uma velocidade de cerca de 80 m/s. Mais dados sobre esse triste acidente e sua história aqui. Há rumores extra-oficiais de que, nos últimos momentos, o cosmonauta tenha reclamado com a equipe, citando falhas nos equipamentos. Considerando a gravidade da situação, pânico e morte iminente, tal reação seria natural. O impacto foi tão grande e as chamas tão intensas que o corpo do cosmonauta foi reduzido a pequenos pedaços negros (em caixão aberto!).

Nessa tirinha, abordamos ainda o acontecimento do ônibus espacial Columbia. Em 1 de fevereiro de 2003 ele se desintegrou durante a reentrada, matando sete heróis. Uma das causas principais foi uma brecha no sistema de proteção térmica, causado por um pedaço de espuma isolante que se separou durante lançamento. Se houvesse maior desvelo da equipe e tripulação para averiguação da estrutura externa da nave, possivelmente não teria ocorrido o fato. Vale ressaltar o traje da tripulação, que em parte, não estava adequado. Mais informações sobre trajes, num artigo super completo aqui no "Blog do Astrônomo".

Não foi mencionado na tirinha, mas ocorreu um fato lamentável aqui no Brasil, em São Paulo, no ano de 2003. Durante lançamento de dois satélites o foguete que levaria os equipamentos explodiu, e 21 funcionários do Centro Técnico Aeroespacial (CTA) faleceram.

Lamentamos e muito, a perda dessas pessoas, que sonhavam com as estrelas e almejavam o avanço científico e melhorias à humanidade. Elas jamais serão esquecidas.

Mais dados sobre os acidentes na exploração espacial no recomendadíssimo site "TecMundo".


A NASA, acredito, efetua o pagamento dos vencimentos dos seus colaboradores, em dia. E deve pagar muito bem :P A citação na tirinha foi apenas com objetivo cômico.

Texto e pesquisa: Miguel Jr Arts

Imagens inseridas na tirinha: Divulgação Web 

Thank you.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

ITSNOON - DÉCIMA ILUSTRAÇÃO - Back along the path


Essa é a décima ilustração que envio para o grupo Itsnoon, especificamente ItsArt

Back along the path (de volta ao caminho) - ilustração reflexiva feita em 2008.

Um garoto volta da escola, enquanto seus pensamentos se perdem no horizonte. O caminho parece longo demais. Seus sonhos se escondem nas sombras da tarde e se esvanecem junto com as nuvens.

Esse ilustração originalmente era uma tira chamada "tira psicossomática" pertencente a uma série minha original. Infelizmente só houveram duas tirinhas. Essa é a versão atualizada 2014, sem os balões.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 038


Por que existem as estações do ano? Por causa da inclinação do planeta. Essa é a mensagem principal transmitida pela tirinha astronômica V.V. Cosmonautas 38.

Há, produtos do Paraguai podem ser confiáveis, como de qualquer País - o objetivo é puramente cômico.

Acompanhe V.V. Cosmonautas também toda sexta-feira no Zunkabitz.

Mais sobre Estações do ano aqui.

Obrigado.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 037


Tirinha 37 da série astronômica Victor e Victão Cosmonautas, abordando a expansão do Universo, sua composição e a ainda misteriosa energia escura, sempre com humor único.

Através de cientistas como Brian Schmidt, que inclusive ganhou o nobel de física de 2011, conseguimos compreender um pouco mais sobre essa energia escura e o mecanismo do Universo. Não há citação do nome do mesmo na tirinha, mas segue em nossos comentários, nossa pequena homenagem. 
Parabéns ao Schmidt e toda equipe. 

Há muito ainda a se descobrir, afinal o que vemos é apenas míseros 5% de todo o Universo! 

terça-feira, 9 de setembro de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 036


Tirinha 36, de Victor e Victão Cosmonautas. Uma super reflexão sobre o perigo que os asteroides representam ao planeta Terra e à vida humana. 

Análise temática da tirinha:

Em 1994, uma série de impactos foram vistos no gigante Júpiter. Era o Cometa Shoemaker-Levy 9, descoberto em março de 1993 pelos astrônomos Carolyn Shoemaker, Eugene Shoemaker e David H. Levy. 

Parabéns aos descobridores desse cometa. Aqui vai nossa pequena homenagem póstuma, portanto, ao grande astrônomo Eugene Shoemaker, que infelizmente faleceu em um acidente de carro em julho de 1997. Em um documentário ("Em Júpiter", do Discovery, no Youtube), ele, feliz, relata sua experiência única, quando sua esposa revela tal objeto fragmentado, e sua emoção ao confirmar e acompanhar as explosões. Obs.: apenas estou direcionando o link. Reservas aos autores.

Em 2013 fomos pegos de surpresa com o meteoro de Cheliabinsk, que adentrou a atmosfera terrestre sobre a Rússia, em fevereiro, deixando diversas pessoas feridas.

Mais recentemente, no último domingo, dia 07 de setembro, o asteroide 2014 RC passou a 1/10 a distância da Terra-Lua, cerca de 34 mil Km, raspando o globo.

Esses acontecimentos, absolutamente naturais, e até de extinção em massa, como aconteceu com os dinossauros, só nos lembram uma coisa: estamos vulneráveis e podemos ser extintos a qualquer momento. Em tese, sofreremos graves perdas com o impacto de um asteroide (não diria que toda a civilização será dizimada), é apenas questão de tempo. O que podemos fazer? Intensificar o monitoramento, para descobrir o quanto antes objetos que representem perigo, como os Neos acima de 1 Km de diâmetro. E por fim, tentar intervir, alterar sua trajetória.

Abordei tal tema em meu roteiro para filme de catástrofe futurista: 2118: Recomeço. Você pode baixar o roteiro completo aqui. Segundo cientistas, tentar implodir um asteroide ou meteoro, como ocorreu no ótimo e recomendadíssimo filme Armageddon é um erro, porque como se dividiria em diversas partes grandes, agravaria a situação. Ironicamente no meu roteiro, após uma tentativa externa dar errada (explodir um artefato próximo ao objeto) eles perfuram e introduzem um dispositivo explosivo. Resultado: o objeto se transforma em dois. Um cai no Rio de Janeiro e outro na Europa. Mais detalhes é só acompanhar o roteiro.

Assim como no meu roteiro exploro a fundo os aspectos humanos comportamentais sob circunstâncias extremas, essa tirinha demonstra superficialmente isso. Mesmo superficialmente, algumas pessoas podem ficar perplexas com a nudez e a falta de censura da tirinha: Victão nú correndo no meio da rua. O objetivo é cômico e não tenho problemas com nudez artística. Além disso, essa tirinha representa palidamente o que muitos de nós faríamos se soubéssemos de nossa morte iminente: a maioria, suponho sairia às ruas cometendo pequenos ou grandes crimes (como ocorre em meu roteiro) estupro, sexo em via pública, suicídios, afinal a morte viria em alguns minutos. Fica a reflexão sobre tal aspecto humano. 

Já iria me esquecer: o ego humano é um problema sério. Victor descobriu o asteroide, mas, como ambos estavam em missão, nada mais justo do que batizar o nome do objeto após um consenso, ou nesse caso fictício, Victor e Victão 10. Ambição, preponderância, poder, autoritarismo, não são e jamais serão qualidades humanas.

Obrigado.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

PRÁTICA ECONÔMICA - NOVA ANIMAÇÃO ITSNOON

Após 6 dias de trabalho intenso, tá aí mais uma animação. Essa é a segunda que envio para o Site Itsnoon.




Seis Super dicas de economia, levadas a sério - animação original enviada pro ItsNoon (Santander - chamada "Mande um video contando como vc junta dinheiro"). 

Infelizmente foi necessário editar, compactar para 32 segundos (o que ficou visível: talvez ficou rápida demais, mas fiz o possível), mas ela duraria tranquilamente 1 minuto. Acredito que a mensagem de economia foi passada, de modo divertido e singular. 

Espero ganhar os R$ 800,00! 


Enjoy em HD. 

Thanks.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

ITS NOON - NONA ILUSTRAÇÃO


Essa é a nona Ilustração que envio pro ItsNoon, com exceção da chamada Santander, que foi uma animação (que, a propósito, enviarei uma segunda, já em fase de produção). Especificamente essa foi para o site Todo Mundo la na Vila e a chamada: O que representa ser cidadão do mundo para você?

Inicialmente pensei em desenhar alguém acidentado e um cidadão ajudando-o, enquanto outro apenas tirava uma foto - acontece muito hoje: falta de humanidade, lamentavelmente. Entretanto, essa ilustração que eu planejava era exatamente isso: humanidade, e não, cidadania. Pesquisei um pouquinho e percebi que trata-se mais sobre ação social e política, não gesto individual de bondade. Então tá aí: vandalismo versus voto.

Na descrição no site escrevi:

Indignados com a situação social do Brasil (e com razão absoluta), podemos agir imprudentemente, destruindo patrimônio público, nos manifestando com a ferramenta da violência, ou podemos, após uma reflexão política, decidir o futuro da sociedade, melhorando a vida coletiva, através de um gesto simples, sensato e cidadão: o voto. Eu curto o voto!

Há, defendo o voto facultativo, porém, bem como o serviço militar facultativo!

Apimentei a ilustração com a palavra 'Cidadania' em inglês (nem imaginava que tinha o tal do "ship" (nave) no meio! Gostou do "efeito 3D"? Ficaram legais os pedaços de vidro no ar fora do limite da ilustração.

Essa chamada ironicamente só vai até dia 5, ou seja, até depois de amanhã, e eu só soube dela porque alguém se inscreveu em meu canal, e (como de praxe) abri o site para seguir essa pessoa também. Boa coincidência e a tempo.

Espero levar os R$ 120,00! 

Thanks...



quinta-feira, 28 de agosto de 2014

VICTOR E VICTÃO COSMONAUTAS - 035


Tirinha 35 V. V. Cosmonautas:
Uma referência ao super Telescópio Espacial Kepler e suas descobertas recentes, incluindo o Exoplaneta Kepler-186f de tamanho similar ao Planeta Terra. Subjetivamente, uma reflexão sobre o risco que os astronautas correm numa missão (como ocorreu no conserto do Hubble) e seu desgaste físico e mental, longo tempo no espaço, e claro, necessidade de estímulos ou motivações.

O defeito no Kepler, até o momento, é fictício.

Parabéns, mais uma vez à NASA e sucesso na descoberta de mais Exoplanetas, e quem sabe uma ou mais Terras 2.0!


Mais um personagem na série, o Alex Lee, 'Diretor' da NASA.
Há, as supostas gêmeas "vieram" do Blog cômico adulto Tirinha sem Vergonha (Confira---18+). Thanks. 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

MEU DINHEIRO - NOVA ANIMAÇÃO



Animação: "Meu dinheiro".

Sinopse:
Um homem exausto do trabalho, da rotina e do baixo salário, resolve deixar tudo. Consegue realizar seus sonhos, pois guardou durante longo tempo, algumas moedinhas.

Curiosidades:
Depois de duas semanas seguidas, acabei. Parte do sábado e domingo inteiro foram sacrificados. Para cada tomada são necessárias de 5 a 8 horas de trabalho. Por exemplo, essa Ferrari: 10 horas no Corel. Mansão: o mesmo tempo ou mais. E a pós produção? Sincronizar aúdio etc - é bem mais divertido e excitante editar. 

Todo esforço vale a pena. Se não rola grana, pelo menos as pessoas assistem, comentam, se alegram, se divertem, além de aprimorarmos nossas técnicas e contribuirmos de alguma forma, ao passar uma bela mensagem.

Essa animação fiz com objetivo de enviar para o Site Itsnoon. Trata-se de uma chamada idealizada pelo Santander: "Mande um video contando como vc junta dinheiro". Pensei numa animação bem bacana, com humor e com roteiro interessante, baseado na economia simples. Deverei compactá-la para 30 segundos (o que será uma árdua e ácida tarefa). 

Nosso amado personagem, vale ressaltar, ganha R$ 900,00 na CTPS, mas com tantos descontos, só recebe R$ 703,00. Os 11% do INSS está equivocado, mas foi proposital (não sei se você percebeu). Por que não dizer também que mulher gasta muito, hein? (Risos)

Toda a animação, tudo o que você vê, exceto as moedas, notas de R$ 100,00 e passaporte, são desenhos originais.

Estou a enviando pro Festival do Minuto e diversos canais. 
Curta no Youtube em HD. Vale a pena. Compartilhe.
Há: economize. Moedinhas fazem a diferença.

Abaixo, a versão editada de 30 segundos que enviei agora pouco (manhã, 26 de agosto) pro Itsnoon. Deu maior trabalho. Thanks.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

MÚSICAS MIGUEL COMPOSITOR



Olá. Siga-me pelo SoundCloud, PalcoMp3 e House-Mixes.

Tenho diversas músicas estritamente originais e registradas. Dance, Pop, Rock, instrumental e muito mais.

Nobody (Ninguém) é a última música que criei, até o momento. É original, reflexiva, inspirada em alguém sozinho na vida, num apartamento de qualquer cidade, esperando alguém ou algo, quem sabe a felicidade. Alguém que deseja viver, não apenas existir. Piano feito no FL, com bateria do Music Magic 16 e auxílio do S. Forge 8, além do Virtual Dj.

Curta essa e outras nos links:

SOUNDCLOUD

PALCOMP3

HOUSE-MIXES

Thanks.


domingo, 17 de agosto de 2014

MEUS ROTEIROS - DIVULGAÇÃO DE SINOPSES


Aprecio a arte de escrever roteiros. Sempre num filme presto atenção aos nomes das pessoas que criaram a história, afinal saiu da cabeça de cada uma delas, tudo que vemos na grande tela ou mesmo em casa.

Não gosto de novelas: restringem-se a dilemas familiares e amorosos, são extensas e sem ação, com algumas exceções, claro. Entretanto admiro quem as escreve: se colocar no lugar de 30 ou 40 personagens e lidar com seus dilemas amorosos, familiares, e sua evolução psíquica, social, é uma tarefa difícil. Imagino sempre os escritores se debruçando nas madrugadas para finalizar uma fala, uma cena. Tamanha é a pressão, já que há prazos a cumprir.

Quanto a filmes, adoro, principalmente de ficção, ação, terror, suspense e até drama. Raramente, comédia. Filmes são curtos, com introdução, desenvolvimento e final, geralmente. 

Há diversas técnicas para se fazer um roteiro. Destaco aqui uma série de videos do amigo roteirista Samuel Queles, com dicas e muito mais.

Até o momento escrevi 5 curta-metragens, um longa-metragem, e dois episódios para uma série de desenho animado de Tv. Abaixo explanarei resumidamente sobre cada um deles. Com exceção do longa, os outros precisam de reformatação.

Há, só uma relevante dica: registre seu roteiro na BN ou em qualquer cartório: garantirá sua autoria a nível judicial e principalmente, o imortalizará. 

Aqui abro um grande parênteses sobre imortalidade: lamentavelmente, como todos os mamíferos e seres, envelhecemos, morremos e nos decompomos. Sempre digo aos amigos que há somente duas maneiras de trazer de volta alguém que faleceu: criogenia, ou voltar no tempo. Sou ateu e embora respeite a suposta "terceira" maneira espiritual, a ignoro completa e terminantemente. Quanto a criogenia sou adepto, falta apenas dinheiro. Leia mais sobre isso aqui. A segunda, para a maioria dos cientistas, é impossível. Podemos ir para o futuro, mas não para o passado. Quanto a imortalidade aposto, sem receio, na nanotecnologia e até "avatares robóticos" dentre outros.

Resta-nos a imortalidade simbólica e que custa pouco: ficar na história. Por isso, registre tudo que você tiver: poemas, livros, roteiros. Os meus são devidamente registrados.


Sinopses dos Curtas de minha autoria:


  • Contraste da existência - DRAMA - Último dia de um idoso depressivo, que prestes a se suicidar, tem uma surpreendente visita de uma garotinha, que o faz repensar sobre a vida. Será que, ainda assim, concluirá sua ação auto-destrutiva?


  • Um lugar - DRAMA - Sete pessoas correm desesperadas num corredor com o objetivo de alcançar uma cadeira, representando um único espaço no esmagador mercado de trabalho. Há trapaças e violência entre os competidores para cumprir tal objetivo. Paralelamente, um garoto engraxate de 11 anos, busca clientes, e de repente, se vê feliz diante de inúmeras cadeiras vazias numa avenida.


  • Apologia - DRAMA - um jovem, sentado numa praça movimentada, fala sobre a vida, morte, dilemas existenciais, psicologia, motivações, incertezas sobre o futuro, realidade. Logo é surpreendido por uma possível bala perdida e morre.


  • A poesia do caos - DRAMA - Uma mulher perde familiares num acidente. Dias após, é presa por furtar diversos materiais de pintura num armarinho. Descobre-se diversos desenhos nas paredes de sua casa. Que desenhos são esses? Já na cela acontece algo surpreendente.


  • Domínio atemporal - FICÇÃO - Um jovem trafega de carro com a namorada e a sobrinha rumo ao local de casamento do irmão, quando numa ultrapassagem indevida contrária, tenta se desviar e o veículo capota. Sua namorada e sobrinha morrem. Ele acorda no hospital, e durante o uso do desfibrilador, algo estranho acontece. Por causa de tumores cerebrais, ele é transferido para um centro especializado, e de repente, o tempo pára. Percebendo a gravidade de sua situação e de seu aparente poder, ele consegue controlar o tempo e, mesmo sofrendo risco de morte, tenta voltar ao passado, ao exato momento do acidente. Ele conseguirá salvar sua namorada e a sobrinha?



Sinopse da Série de Animação Cômica para TV:


  • MD - o Mutante Desmiolado - COMÉDIA - O cientista Williams Fadney, após alguns fracassos em seus experimentos, retira um óvulo de uma gata e introduz um espermatozoide humano. Após a estranha fecundação, ele encontra um macaco fêmea e introduz o óvulo fecundado nela. Nasce MD, fisicamente humano com aspectos físicos anormais, e consciência infantil alterada. MD traz muitos problemas ao DR. Fadney, que resolve levá-lo a um Orfanato. Lá, ele se envolve em muita confusão, ao ponto de chamarem o exército para contê-lo. MD é jogado em uma residência no Rio de Janeiro, Brasil, onde muita coisa ainda vai acontecer.



Sinopse do Longa-metragem de Ficção Científica/Catástrofe:


  • 2118: Recomeço - FiCÇÃO - Em 2118, dois asteroides caem na Terra: um na Europa, outro no Brasil. Felipe Hakinny, proprietário de uma empresa de games, e sua mãe, a cientista Verônica Hakinny escapam, viajando para Marte um dia antes; entretanto, perdem parentes e amigos.  A maioria dos humanos morre. Um ano depois, Verônica e uma equipe do laboratório MTSE são enviados à Terra numa missão de reconhecimento. Felipe consegue invadir o laboratório e entrar na nave. Ao chegarem ao planeta Terra, todos são surpreendidos por canibais. A tripulação é assassinada. Verônica é raptada, estuprada e morta. Felipe os persegue até uma caverna e os mata. Dois anos se passam. Extraterrestres surgem para Felipe na caverna, e criam um portal do tempo. Felipe o atravessa e tenta convencer a ele mesmo do passado, a sua mãe e a todos sobre os eventos futuros. Será que ele conseguirá salvá-los? Os impactos serão inevitáveis? Quem eram e de onde vinheram os ETs? O que acontecerá com os dois Felipes?  

Havendo interesse, entre em contato: migueljrarts@hotmail.com 

Thank you.

sábado, 16 de agosto de 2014

ELVIS PRESLEY - 37 ANOS SEM O REI

Hoje, dia 16 de agosto de 2014, relembramos com respeito e admiração, a vida e carreira do Elvis Presley. São 37 anos sem o Rei.


São muitos os fãs de Elvis que, como eu, infelizmente não tiveram o prazer de conhecê-lo vivo. Acompanhando as imagens e sons, tentamos reviver aqueles momentos. Ele continua a conquistar admiradores, prova disso é que - de acordo com a Forbes em 2013 - foi o segundo artista que mais lucrou após sua morte, perdendo apenas pra Michael Jackson. 

Vê essa imagem acima? É do show Aloha from Hawaii, gravado em Janeiro de 1973 - o primeiro show transmitido via satélite para diversos países! Há, o Brasil ficou de fora por que a exigência de a maioria das Tvs serem em cores, não foi cumprida (Brasil quase sempre atrasado, não é?) 

Mais sobre esse magnífico show aqui.

O Rei do Rock se foi precocemente aos 42 anos, numa tarde de 1977 na sua mansão Graceland, Tennessee, Memphis, EUA, em decorrência de arritmia cardíaca, overdose de comprimidos e problemas intestinais (falta de evacuação) - oficialmente, polifarmácia ou polimedicação.

Sua voz, sua generosidade, carisma e talento únicos sempre serão lembrados.

Pra você, amigo(a) que acompanha nosso blog e curte o Rei, abaixo confira dois dos últimos shows exclusivos de Elvis do Youtube, gravados em 19 e 21 de junho de 1977. Os shows são completos, sem edição, como ocorreu como o Special da CBS, que não deixa por isso, de ser interessante. 

A qualidade das imagens dos dois shows abaixo não é alta, mas a atuação de Elvis é maravilhosa. Pra finalizar, curta o "Lost Performance", uma super edição com imagens exclusivas. Lembrando que não sou o autor dos vídeos, apenas os selecionei. 
Deleite-se com o Rei. 

Mais dados sobre a vida de Elvis, aqui.

Thank you.






Atualizando esse artigo com um vídeo inédito e de melhor qualidade do show completo de Elvis em Omaha no dia 19 de junho, um dos últimos de sua carreira. Esse show descobri hoje, dia 13 de setembro, e estou o redirecionando, indicando o link. Direitos aos autores. Lembrando: o último show definitivo do meu (nosso) Rei foi gravado no dia 26 de junho de 1977 em Indianopolis, EUA, no Market Square Arena, que foi demolido. As imagens são amadoras e editadas, pelo que percebi no youtube, entretanto, há o áudio completo. Enjoy E.Presley...

terça-feira, 12 de agosto de 2014

ITS NOON - OITAVA ILUSTRAÇÃO


Oitava ilustração no Itsnoon: O que te inspira na relação de amor entre um casal?

Título: Alianças Perdidas

Descrição:
Quando não há Amor, Confiança, Compreensão, Cumplicidade, Companheirismo, a relação adormece (para sempre). Se houver alianças, elas se perdem...

Minha intenção era desenhar duas alianças entrelaçadas, e inserir entre elas, os nomes citados, mas decidi reutilizar uma tirinha de 2008(!) chamada Tira psicossomática 02 e mesclá-la com as alianças em desfoque.

A mensagem foi passada, de um ponto de vista totalmente diferente e inesperado (não diria fora do contexto, diria sob nova perspectiva). A jovem está deprimida, tomou diversos comprimidos, não quer acordar. Por que? Perdeu suas alianças, ou seja, seu amor. Os itens relevantes citados na ilustração não fizeram parte da relação. Logo, sem estrutura, a relação se foi, as alianças se foram.

Mais uma arte digital na rede mundial. Qual interpretação o juri e as pessoas terão?

Qual sua interpretação? Gostou? Comente :P

Thank you.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

ITS NOON - SÉTIMA ILUSTRAÇÃO


Sétima ilustração que envio pro Itsnoon. Chamada: Desenhe o que te marcou na arte, na cultura e na tecnologia nesses 15 anos.

No título coloquei:
TECNOLOGIAS HISTÓRICAS - INOVAÇÕES CULTURAIS

Na descrição explanei:
Comunicação instantânea em rede mundial. Software. Aplicativos que até revelam talentos. Exploração de Marte, Saturno e descobrimento de Exoplanetas. Perspectiva em 3D no cinema e em casa. Interação e amizades em redes sociais. Inovações que mudaram nosso mundo, agregaram valores a nossa cultura. O brilho tecnológico globalizado continuará a nos surpreender.


Minhas escolhas - pela ordem, esquerda para a direita: Curiosity, Facebook, Msn, Óculos 3D, Planeta globalizado em rede de computadores, Internet, Kepler, Cassini, Iphone com aplicativo musical. Lembrando que todas as imagens foram feitas no
Corel Draw.

Por que essas escolhas? Curiosity, uma grande missão, a maior não tripulada ao nosso futuro planeta colonizado. Foi um grande momento na exploração científica. Facebook e Msn? Sempre adorei conversar também nas madrugadas no Msn, diálogos científicos, pessoais, apimentados, troca de fotos etc, uma super ferramenta (infelizmente desativada, oficialmente). Facebook realiza um bom e essencial trabalho na interação entre pessoas. O vejo sempre como palco para expôr idéias e principalmente desenhos, videos, tirinhas originais.

Óculos 3D, ou cinema 3D, revolucionou nosso deleite na sétima arte, nos inserindo dentro de cada cena, uma evolução no cinema. Globo em rede, todos conectados, não há mais isolamento, tecnicamente falando. Setinha do mouse significa a WWW ou Net que invadiu nossas residências e ninguém não vive desconectado, praticamente. Kepler? Sim, o descobridor dos Exoplanetas lançado em março de 2009, não poderia ficar de fora: as possibilidades, inclusive de encontrar vida fora do nosso Sistema Solar são altas. 


A Cassini tá lá também, pequenina na imagem, mas super relevante, e ainda em atividade desde março de 1997, revelando de pertinho o Senhor dos Anéis e suas Luas, inclusive enviando a sonda-pousador Huygens em Titã em janeiro de 2005. E Iphone? Quem não gosta de um bom celular? Além de diversos aplicativos como medir suas calorias, criar músicas, tem câmera e ainda faz ligação!

Não sei se rola alguma grana por esse trabalho (pra desenhar o Kepler, levei 7 horas!), mas está divulgada mais uma arte, no mínimo.


Thanks.